28/11/2012, 14h56

Com fusão Azul/Trip, Bauru e Marília perdem ligação direta com Guarulhos

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras começou a readequar seus horários nos aeroportos Frank Miloye Milenkowich, em Marília, e Moussa Tobias, em Bauru, devido ao acordo comercial que começa com a operação em code-share com a Trip Linhas Aéreas, que posteriormente se transformará na fusão entre as duas empresas, sob a marca da Azul. Entretanto, essa adequação, ao menos por enquanto, não está sendo boa para os passageiros das duas cidades do interior paulista. Com o fim dos voos da Trip para esses aeroportos, a Capital da Alta Paulista e a Cidade sem Limites perderam suas conexões diretas com a capital do estado, por meio do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos.

A assessoria de imprensa da empresa aérea trouxe uma informação genérica sobre a “reavaliação da malha aérea” e apenas citou como “compensação” que os serviços a partir das duas cidades serão concentrados no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, o principal hub da Azul. A Trip deixou de operar em Marília e em Bauru na primeira quinzena de novembro.

De acordo com o noticiário da região, não foi dado nenhum aviso prévio de que os voos da Trip sumiriam do menu de opções nos aeroportos. O jornal Bom Dia Bauru, por exemplo, destacou que os voos costumavam decolar lotados e mesmo os funcionários da Trip foram pegos de surpresa. No caso de Bauru, ainda há a ligação com São Paulo por meio de uma rota da Gol Linhas Aéreas rumo ao Aeroporto de Congonhas. Entretanto, a situação da Gol, que tem cancelado rotas e na semana passada dispensou 850 funcionários da Webjet (empresa que adquirira no ano passado), sugere que a ligação direta de Bauru com a capital paulista não está garantida — embora a empresa tenha anunciado pedidos de novas frequências na rota que já opera.

Para piorar ainda mais a situação dos bauruenses, a Azul também anunciou a retirada de quatro frequências semanais nas rotas da empresa que seguirão operando a partir do Moussa Tobias: as saídas rumo a Campinas (9h45 de domingo) e Marília (20h15 de sábado) e as chegadas de Campinas (18h44 de sábado) e Marília (8h45 de domingo) serão interrompidas a partir de amanhã, 29 de novembro. O fim das operações da Trip na cidade também significou o encerramento de voos para Araçatuba, Cuiabá e Presidente Prudente.

A decisão surpreendeu também em Marília, cujo aeroporto teve o segundo maior do estado em 2012: de janeiro a outubro passaram por lá 80.550 passageiros, um aumento de 70% em relação ao mesmo período do ano passado (47.286). Empresários da região ouvidos pelo jornal Diário de Marília manifestaram seu descontentamento com a retirada dos voos.

Achou esta informação útil?

Siga-nos no Twitter Receba um e-mail sempre que o site for atualizado

Um comentário para “Com fusão Azul/Trip, Bauru e Marília perdem ligação direta com Guarulhos”

  1. Anabela Barradas escreveu:

    ola boa tarde eu gostaria de saber quanto tempo mas ou meno levamos do aeroporto de congonhas ate bauru de taxi?

    11/01/2013, 19:50

Deixe um comentário

Atenção: Não respondemos a comentários por e-mail. Caso seu comentário seja respondido, você deve voltar a esta página para ler a resposta.

Spam Protection by WP-SpamFree



Sobre

Este site não é afiliado ou aprovado pela Azul Linhas Aéreas Brasileiras. O conteúdo é liberado em Creative Commons.
Web Analytics

RSS

Powered by WordPress.